Uma aventura desesperada…

“Ok, eu desisto, é impossível achar o ebook do Senhor dos Anéis no Brasil!”

Foi com essa frase que eu encerrei meu domingo passado. Cansado, abatido e derrotado. Sim, derrotado, as livrarias e editoras venceram, elas decidiram tornar miserável a vida de quem procura conteúdo digital em língua portuguesa, e obtiveram um sucesso triunfal! Poderiam muito bem marchar pela avenida Rio Branco montadas em cavalos brancos se fossem indivíduos e não grandes e estupidamente gananciosas corporações.

“De onde vem tanto ódio?” Você pergunta. É simples, basta que eu lhe conte uma história, uma história que começa como tantas outras, numa manhã chuvosa…

…ele mal podia conter a excitação, tinha voltado àquele universo nas semanas anteriores, tudo que pensava, tudo que podia pensar, era nas aventuras de hobbits, elfos, anões e ents. Nos grandes reis de outrora e nas sombras que se levantam no oeste.

Tinha visitado todos os lugares que marcaram sua infência e adolescência, tinha relido os livros e assistido novamente os filmes em toda a sua gloriosa e estendida versão do diretor. E o melhor de tudo, NO CINEMA!

Mas uma sombra pairava sobre sua cabeça, agradável como fosse a leitura da obra, ele nunca chegara a comprar os livros, um vazio existia em sua coleção, da qual tinha tanto orgulho, um vazio que nada no mundo poderia preencher…

Exceto é claro pela trilogia de “O Senhor dos Anéis”.

Então o destino estava traçado, bastava estabelecer os parâmetros da jornada e seguir o caminho, quão difícil poderia realmente ser? Mal sabia o quanto sua tolice lhe custaria…

“Cópia física ou digital?” Ele pensou, “bom a cópia física eu poderia exibir com orgulho em minha estante de livros, além é claro, de ter todo aquele prazer envolvido em se folhear as páginas de um livro…”

“Mas eu já me decidi de que o futuro era digital, cruzei essa fronteira meses antes quando comprei Campo de Espadas de Bernard Cornwell, na loja internacional da Amazon para o meu Kindle for Android. Além do mais, não corro o risco de perder esse livro como aconteceu como já aconteceu anteriormente, isso sem falar que assim posso ter esses livros comigo em qualquer lugar que eu for, sem ter que carregar centenas de páginas de papel.”

Estava decidido, compraria a cópia digital, uma rápida ida até a Amazon resolveria o problema. Teclado ao alcance das mãos, firefox aberto, dablio dablio dablio ponto amazon ponto com ponto bê erre. Sim, agora existia a amazon brasileira, apesar de se considerar fluente no idiôma, ele sempre se sentiu mais confortável lendo seus livros em português do que em inglês, e a existência da amazon.com.br era a solução para mais esse empecilho.

Uma busca rápido por “O Senhor dos Anéis” e…

…nada…

Certo, isso só poderia ser um erro, ele obviamente tinha digitado err…

…não, não tinha. Ok então a busca da amazon não era tão boa quanto tinha antecipara, provavelmente deveria buscar pelos volumes separados.

“A Sociedade do Anel”

nada…

“As Duas Torres”

…nada…

“O Retorno do Rei”

!!!NADA!!!

Como isso poderia ser possível, a amazon, a maior livraria do mundo, digital ou não (pelo menos era dessa forma que pensava), não tinha o Senhor dos anéis em português?!? Bom, não iria perder a esperança, claramente eles ainda não tinham a cópia em português, tinha estreado no Brasil apenas a algumas semanas.

Ao longo do dia continuou sua busca nas outras grandes livrarias digitais:

“Livraria Cultura / Kobo”, “Google Play Livros”… estranhamente nenhuma delas possuia uma cópia digital do livro. Era como se o livro tivesse se perdido no passar das eras, como se a história tivesse virado lenda, e a lenda virado mito. E algumas coisas que não deveriam, foram esquecidas…

Ele não podia acreditar, depois de passar por todas as livrarias online que vendem para o país, nenhuma, NENHUMA delas sequer mencionava “O Senhor dos Anéis” em seus acervos de livros digitais…

Mas não podia perder a esperança, decidiu que abriria mão do conforto de ler o livro em sua língua natal, e leria em inglês. Seria de qualquer forma um bom treino para suas habilidades.

De volta a amazon, “The… Lord… of… The… Rings…”

“The filosofy behind the lord of the rings”

“Tolkien and the history of the lord of the rings”

“Lord of the bling” o.O

Isso não fazia o menor sentido, que o Livro em Português não estivesse disponível, ele podia entender, as empresas brasileiras são conhecidas por suas decisões estúpidas, mas não estar disponível em Inglês…

Novamente ele passou por todas as livrarias digitais, nenhuma delas parecia vender o livro, até que ele se deparou com a Nook, da Barnes & Noble, e achou o Livro, claro que ela não vendia para o Brasil, ou para qualquer lugar fora dos Estados Unidos, mas se eles tinham, por que as outras não…



Agora todas as peças começavam a se encaixar em sua mente, uma rápida busca no Google confirmaria seus temores, a amazon vendia SIM “The Lord of The Rings”, a página estava lá, assim como a página do Kobo e do Google Play Books. Uma vã tentativa de comprar o livro partindo daquela página perdida da amazon confirmou seus medos, ela não vendia a versão digital do livro para o Brasil.

Toda esperança tinha acabado, nada mais poderia ser feito, o sistema tinha vencido, o sistema imbecil tinha vencido…

E foi assim que minha aventura terminou. Cansado, abatido e derrotado. Sim, derrotado, as livrarias e editoras venceram, elas decidiram tornar miserável a vida de quem procura conteúdo digital em língua portuguesa, e obtiveram um sucesso triunfal…

Não me admira que tantas pessoas acabem recorrendo a meios alternativos para obter os livros que as editoras se recusam a nos vender…



Leave a Reply