Tornei-me um usuário de Kindle em 2011

Sou um leitor de livros eletrônicos há mais de 10 anos, más só em 2011 é que adotei a Amazon como uma fonte de ebooks.  Em grande parte a minha decisão foi causada tando pela decadência da minha fonte preferencial anterior como pelo amadurecimento do aplicativo Kindle para iOS.

Este ano comprei e li alguns livros ligados a negócios e ao desenvolvimento de negócios na Web, bem como diversos livros de ficção.  A facilidade de ter a sua posição no livro marcada automaticamente facilita muito a troca de dispositivo.  Fiz muito uso deste recurso para alternar entre o iPad e o iPhone.  Embora o iPad seja mais confortável para a leitura devido ao tamanho da tela, o iPhone está sempre comigo.

Lançar uma aplicação Kindle para iOS foi um movimento muito inteligente da Amazon e torna a leitura de livros muito mais fácil.  Embora eu não carregue o meu iPad para todo lado, o telefone está sempre comigo, abrindo a possibilidade de ter sempre comigo um livro para ler quando numa sala de espera ou num café.

A quantidade de títulos disponíveis para a venda para o Brasil e para a América Latina ainda é reduzida em relação ao que está disponível para o mercado norte-americano.  Isso é inconveniente, mas há uma quantidade crescente de conteúdo novo que já é lançado em múltiplos mercados.

Recomendo a todos que possuem um iPhone, iPod Touch ou iPad que baixem a aplicação Kindle e visite o site da Amazon para explorar os títulos que estão disponíveis.



Leave a Reply