O incêndio no Rio e a imprensa

Na noite passada tivemos um enorme incêndio num morro aqui no Rio de Janeiro e a atuação da mídia foi lamentável.   Durante umas duas horas só havia informações disponíveis pelo Twitter, onde moradores da zona sul comentavam sobre o que viam e postavam vídeos e fotos.

A Globo News, canal que deveria ser dedicado à notícia limitava-se a apresentar uma tarja preta com a informação de que havia um grande incêndio em um morro na zona sul do Rio, enquanto passava um especial sobre Michael Jackson.

Recebi diversas ligações de meus pais que estavam preocupados pois viam o fogo e sabiam que minha residência fica logo atrás do morro onde o incêndio acontecia.   Quando ligaram a primeira vez, entrei no site do jornal O Globo pois tinha certeza de que deveria encontrar algo pelo menos na área do plantão, que publica pequenas notas 24 horas por dia.  Nada!

Passei para a televisão onde deparei-me com o especial do Michael Jackson, na Globo News.  Nada além da informação básica na tarja preta.  O impressionante é de que não deveria ser necessário um deslocamento de mais de do que 3 quadras a partir de qualquer um dos prédios da Globo no Jardim Botânico para que alguém pudesse chegar a um local com vista direta do incêndio, na Lagoa.

Como deixa claro o vídeo abaixo, postado por um morador da região no YouTube, não era exatamente difícil ver-se o incêndio.


Depois de ver estas imagens que mais pareciam de um vulcão em erupção e ver a fumaça por cima do morro, acabei passando a maior parte da noite acordado.   Tentava acompanhar o que acontecia.  Onde ainda pegava fogo?  Os prédios próximos corriam risco? Poderia o fogo passar para outras faces do morro?

Novamente o canal de notícias ajudou muito pouco e mais uma vez o Twitter foi a melhor fonte de informações.  Através do Twitter encontrei links para sites que estavam coletando informações daqueles que tinham vista para o local e que publicavam informações pelo Twitter.

Fica a impressão de que a notícia no Brasil precisa acontecer bem devagar, caso contrário não dá tempo de alguma equipe chegar no local. Lamentável.



Leave a Reply